A Macrofotografia é um ramo da fotografia voltada aos pequenos objetos, mostrando aos nossos olhos detalhes muitas vezes invisíveis a olho nu. Utiliza técnicas para projetar o objeto com ampliações, ou seja, a imagem pode ser aumentada em até dez vezes seu tamanho natural. É importante também deixar claro que macrofotografia e fotografia close-up se tratam de técnicas totalmente diferentes pois enquanto a close-up trata de fotografar algo com muita proximidade, a macrofotografia como dito acima trata de ampliar o objeto a ser fotografado.

Pode parecer algo complicado inicialmente mas esse tipo de fotografia tem se tornado mais popular do que você imagina. Os profissionais de estúdio aproveitam para capturar fotos de macro de folhas e insetos mantendo o total controle sobre a iluminação. Porém muito se engana que esse tipo de fotografia pode ser realizado apenas em estúdio. Os amantes da natureza podem passar horas em busca de tesouros escondidos entre as flores e folhas e fazer belíssimas fotos macro e mesmo onde a gente nem imagina poder encontrar fotos interessantes como o quintal de nossas casas na macrofotografia isso torna possível.

Vamos conhecer um pouco mais sobre esse mundo fantástico da Macrofotografia.

Ampliação

Se a ampliação da lente  é de 1:1,  tamanho real  (descrito também como ¨Life Size¨ nas fichas técnicas ) , isto é,   se a dimensão do item fotografado é do mesmo tamanho quando gravado no  CCD (sensor) ou do mesmo tamanho quando impressionado no retângulo do negativo do filme 35mm, temos uma ampliação macro. Então quando ampliarmos a foto para 10x15cm ou maior, os detalhes vão ficar enormes e temos como resultado a nossa fotografia macro.   Existem técnicas e acessórios que podem ampliar ainda mais esta relação e se estiver entre 1 a 10 vezes ampliado no sensor, será considerado foto do tipo macro, acima disto é considerado micro fotografia e, via de regra, é usado um microscópio, abaixo de 1:1 é considerado foto close-up.

Distância Focal

A distância focal nos diz o ângulo de visão (quanto da cena será capturado) e a ampliação (quão grandes os elementos individuais serão). Quanto maior for à distância focal, mais estreito o ângulo de visão e maior a ampliação. Quanto menor a distância focal, maior será o ângulo de visão e menor a ampliação. Então se você quer fazer uma macrofotografia de um animal arisco ou perigoso é bem interesse utilizar uma lente que proporcione uma grande distância focal.

Conheça alguns acessórios utilizados em macrofotografia 

Lente

Esta é a solução mais simples e versátil mas, também, a mais dispendiosa. As lentes macro dedicadas têm a particularidade de permitir focar muito mais perto que uma objetiva “normal” conseguindo, assim, ampliações de 1:1 ou superiores. Alguns exemplos com excelente qualidade são:

Canon 100mm f/2.8 USM Macro (1:1)

Nikkor 105mm f/2.8G AF-S VR Micro (1:1)

Sony 100mm f/2.8 SAL100M28 (1:1)

Tamron 90mm f/2.8 SP AF Di Macro (1:1)

Sigma 150mm F2.8 EX APO DG HSM Macro (1:1)

Canon MP-E 65mm f/2.8 1-5x Macro (5:1)

Tubos de extensão

1

São tubos vazios que são colocados entre a objectiva e o corpo da câmara e diminuem a distância mínima de focagem. A vantagem desta alternativa é poderem ser usados com qualquer objectiva e, uma vez que não contêm elementos de vidro, não degradam a qualidade da imagem.

Lentes close-up

Estas lentes enroscam-se na parte frontal da objectiva e funcionam como uns óculos de ver ao perto, permitindo focar a distâncias menores.

Tele-conversores

São lentes que são colocadas entre a câmara e a objectiva e permitem ampliar a imagem. Se usarmos um tele-conversor de 2x com uma lente de 200mm teremos um efeito parecido ao de usar uma lente de 400mm. Como os tele-conversores mantêm a distância mínima de focagem, na prática estaremos a duplicar a capacidade de magnificação da objectiva.

Anel de Reversão

Esse anel permite instalar sua lente invertida no corpo da câmera. Ele traz a focagem para uma região mais próxima ampliando o objeto.

Dicas para quem quer iniciar na Macrofotografia

Tenha persistência, pois os primeiros resultados podem ser desanimadores. Não desista, observe onde está errando e continue sempre praticando.

Se for fotografar animais, escolha sempre os olhos como ponto de foco e nunca use velocidades abaixo de 1/200 pois na macrofotografia qualquer movimento na câmera também é ampliado.

Experimente diferentes aberturas do diafragma para obter a profundidade de campo desejada, mas não utilize aberturas mais baixas que f/14 para não perder demasiadamente a nitidez e lembre-se sempre de utilizar a focagem manual para ajustar o foco com a maior precisão possível.

E por último e não menos importante, se aprofunde nos estudos. Na Macrofotografia assim como em qualquer outro ramo da fotografia, para se conseguir a excelência em seus trabalhos é necessário aprofundar-se nos assuntos de interesse, buscar sempre novos conhecimentos seja em Cursos ou através de pesquisas e explorar trazendo esses novos conhecimentos para a prática.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.