Você já ouviu falar da técnica do cartão preto? Utilizada em fotografias de paisagens, a técnica pode substituir o uso do filtro graduado nas fotografias em que se exige longa exposição e, ao mesmo tempo, preservar uma parte da imagem com muita luz e outra pouca luz.

Mesmo com o nome “cartão preto”, é possível utilizar qualquer objeto plano, preto e opaco, que não deixe passar luz para o sensor da câmara como por exemplo, um caderno com capa preta. Usar a técnica é uma forma fácil de realizar uma fotografia bem exposta sem ser necessário grande edição posterior.

A técnica pode ser utilizada, principalmente, quando a exposição do céu está muito diferente da exposição da paisagem, uma boa dica é em momentos como o nascer do sol ou o pôr do sol. Digamos que você queira fotografar uma cena de pôr do sol. Se você tirar a foto fotometrando o céu, os outros elementos da paisagem, como o chão, montanhas, árvores, pessoas, estruturas e etc, aparecerão como silhuetas pretas na imagem, pois ficarão muito subexpostos. Por outro lado, se você tirar a foto fotometrando o chão, o céu aparecerá como um borrão claro superexposto.

Vale lembrar que a técnica só funciona com exposições longas. Para um resultado satisfatório, se você tem um disparador remoto é uma boa ideia utilizá-lo, você pode selecionar a opção bulb e contar o tempo direto no cronômetro.

Confira o passo a passo mais detalhado:

  1. Faça a medição da fotometria tanto para a parte clara quanto para a parte escura, mudando somente o tempo de exposição.
  2. Escolha a exposição mais longa e coloque o cartão preto na frente da lente. Cubra somente a parte mais clara do quadro. Olhe pelo visor ou use o LCD para checar se o cartão está cobrindo a parte que você quer.
  3. Aperte o botão do obturador para começar a fazer a foto. Conte os segundos que se passaram e, quando faltarem os segundos da exposição mais curta, tire o cartão de frente da lente .

Dica para essa etapa: Enquanto está segurando o cartão na frente da lente, tente fazer pequenos (bem pequenos mesmo) movimentos circulares para que a foto não saia com uma linha muito definida da diferença de exposição.

  1. Pronto. Sua foto foi feita usando duas exposições diferentes.

Basicamente, a técnica do cartão preto consiste em fotografar com longa exposição e usar um cartão preto para bloquear a parte mais iluminada da cena de forma que ela fique exposta por menos tempo que a parte mais escura. Divirta-se!!